Acordo comercial Overwatch tri-way sacode comunidade competitiva

Rogue, Misfits e Luminosity estão trocando jogadores em esforços para melhorar a comunicação da equipe.

Nicole Carpenter Blocked Desbloquear Seguir Seguindo 5 de dezembro de 2016 Imagens via Blizzard, Rogue, Misfits, Luminosity

Após os rumores de que a equipe europeia da Overwatch havia sido dissolvida, a Rogue, a Misfits e a Luminosity anunciaram um acordo comercial de três vias para otimizar a cooperação entre as equipes.

A notícia quebrou que Misfits ex-roster estava em apuros quando Anton "Cooller" Singov sugeriu em seu fluxo de Twitch que seu ex-time, Misfits, ia estar enfrentando mudanças. Muitos presumiram que essas mudanças significaram uma dissolução para a equipe, que foi uma grande surpresa, dada a recente vitória do Misfits no evento Overwatch do DreamHack Winter 2016 no final de novembro.

Dois jogadores, o jogador DPS Andreas "Nevix" Karlsson e o jogador de flexão Sebastian "Zebbosai" Olsson, permanecerão no time principal do Misfits, confirmou a Hollywood Esports . Kevyn "TviQ" Lindström e Jonathan "Reinforce" Larsson, antigo de Rogue, vão se juntar a eles em Misfits. Tim “Mannetens” Byhlund e Kalle “Zave” Haag Nilsson também foram negociados da Luminosity.

A equipe inteira do Misfits, exceto o substituto Cooller, é composta de jogadores suecos – um movimento que vai aliviar as tensões em torno da comunicação da equipe.

"O foco do negócio era a química", disse Frank Villarreal, CEO da Rogue, ao Hollywood Esports. “Ben Spoont [dos Desajustados] e eu sabíamos que não poderíamos continuar com as nossas listas de campeonatos que tinham tantos problemas de cultura e comunicação para sempre, e era melhor fazer uma mudança agora em vez de mais tarde.”

As novas equipes são consideradas iguais em habilidade – ou mais fortes – do que antes das negociações. Embora as barreiras de idioma nunca tenham sido um problema real para os Misfits, Zebbosai disse que isso facilitará a comunicação. “Eu definitivamente acho que a parte da linguagem é importante, embora todos nós possamos falar inglês, será mais fácil falar nossa própria língua, especialmente quando você está apenas tendo uma discussão sobre o jogo e revendo coisas”, disse ele ao Dot Esports. "Mas também a comunicação no jogo será mais fácil e clara."

O mesmo vale para a nova linha de Rogue, ganhadora do APAC Premier, que é composta principalmente de nativos franceses. Nicholas “skipjack” Rosada, da Alemanha, é o único orador não francês da equipe. Ele e Terrence “SoOn” Tarlier se juntarão a Michaël “winz” Bignet, Dylan “aKm” Bignet, Benjamin “uNKOE” Chevasson e Jean-Louis “Knoxxx” Boyer em Rogue.

Quanto à Luminosity, os ex-jogadores do Misfits Jonathan “Kryw” Nobre e Mikaël “Hidan” Da Silva vão se juntar a Arthur “Eissfeldt” Marx, Alexandre “Spree” Vanhomwegen, Bastien “SuperPlouk” Klau e Vytis “Mineral” Lasaitis na organização de Toronto. Casa da equipe do Canadá. "Estamos confiantes de que a sua experiência, juntamente com os nossos talentosos jogadores e os recursos da nossa organização, será uma força a ser levada em conta na direção da Overwatch League", disse o CEO da Luminosity, Steve Maida , no anúncio .

Com a aparição do kicker da Overcast League, da Blizzard Entertainment, espera-se uma temporada truncada por volta de julho de 2017 – parece que essas três organizações estão se movendo em direção ao sistema de equipes baseadas em localização especificamente para a nova liga, pois as vagas para a liga serão amarrado às cidades. Ter associações nacionais claras para essas três equipes tem o potencial de ajudar a estabelecer cada uma em suas respectivas localizações – aumentando o tipo de orgulho nacional que a Blizzard quer inspirar com a Overwatch League.

Os desajustados agora têm um empate impressionante na Suécia, enquanto Rogue é representativo, principalmente, dos melhores jogadores da França. Rogue, no entanto, tem sua casa de equipe em Las Vegas, Nevada, turvando sua aliança nacional um pouco. A Luminosity, embora ainda multicultural, estabeleceu raízes firmes em Toronto, no Canadá.

Com o novo ano se aproximando, é provável que em breve possamos ouvir mais sobre esses potenciais locais baseados em cidades.