Bem vindo ao Projeto 2050

Hope Corrigan em Quartz Segue Mar 4 · 2 min ler

Da Bolívia a Pittsburgh, Quartz enviou repórteres ao redor do mundo para explorar a arquitetura inovadora que ajuda a resolver os desafios da vida urbana. Capturando vídeos de 360 graus usando a tecnologia drone, o cinegrafista e fotógrafo Steve Johnson forneceu imagens impressionantes de cada estrutura que a equipe Quartz desenvolveu em modelos AR interativos incorporados em cada página do artigo.

Os três primeiros artigos exploram estruturas em Londres, Bolívia e Copenhague:

Em Londres, a Hope Gardens é um alojamento para famílias de baixa renda ou deslocadas ao renovar contêineres em apartamentos mobiliados que são facilmente montados, desmontados e transportados. A idéia por trás desses lares não é que as famílias viveriam lá permanentemente – ao invés disso, adotando uma mentalidade de adaptabilidade sobre a estabilidade, a Hope Gardens é capaz de fornecer abrigo para aqueles que mais precisam, até que possam se levantar.

Jardins da Esperança em Londres / Foto: Steve Johnson

Os edifícios Freddy Mamani em El Alto, na Bolívia, estão tomando o mundo do design por uma tempestade. Mas esses edifícios coloridos são mais do que apenas uma oportunidade de imagem – eles representam a retomada do poder pelo povo aimará da Bolívia, que foi submetido a décadas de opressão e racismo. Os "cholets" são projetados pelo arquiteto andino Freddy Mamani, cujo prolífico trabalho na América do Sul aponta para uma crescente tendência arquitetônica.

Freddy Mamani Edifícios em El Alto, Bolívia / Foto: Steve Johnson

E em Copenhague, o CopenHill de duplo propósito, ou Amager Bakke, transformou a usina de gerenciamento de resíduos da cidade em uma área de recreação, completa com uma pista de esqui, área para caminhadas e restaurante e bar no topo. A estrutura de última geração transforma o lixo de Copenhague em energia enquanto hospeda passeios públicos e abre suas portas para esportes e atividades.

CopenHill em Copenhaga / Foto: Steve Johnson

Volte na quarta-feira, 3/6 para um novo recurso no Projeto 2050 .