Como tirar o gênio da inovação da garrafa…

Valerio Nannini Blocked Desbloquear Seguir Seguindo 9 de janeiro

Co-autoria de Dimo Dimov , professor de inovação e empreendedorismo da Universidade de Bath.

Foto por Sharon McCutcheon em Unsplash

A inovação não é mais o domínio de poucas empresas e setores escolhidos. Em uma era de rápidas mudanças tecnológicas e de mercado, empresas de todos os portes em praticamente todos os setores devem aumentar sua capacidade de inovar. Isso significa remover limites (para o fluxo de ideias, talento e capital) e possibilitar interações para conectar percepções dispersas e gerar tração.

Esse requisito universal de inovar pressiona as empresas a encontrar as melhores formas de estimular, gerenciar e medir a inovação, de modo a proporcionar resultados financeiros superiores. Para a maioria das empresas, isso significa abrir mais o processo de inovação para clientes, funcionários e parceiros.

Para entender como as empresas estão respondendo ao desafio da inovação, é útil observar como os encarregados de gerenciar as iniciativas de inovação enxergam a inovação, o que as empresas estão fazendo para otimizar suas recompensas e como acreditam que podem gerar valor comercial e retorno financeiro seus esforços. Trata-se de observar a inovação em um conjunto complexo de desafios organizacionais, incluindo estratégia, modelos operacionais, cultura, métricas e muito mais. Abaixo estão alguns dos principais aprendizados, que acreditamos serem os alicerces de qualquer projeto de inovação corporativa de sucesso.