Então eu faço

Ela deixou uma nota no travesseiro

David M. Dulkrazu Blocked Desbloquear Seguir Seguindo 2 de janeiro Unsplash

Me diga que você me ama , ela disse
Então eu fiz
Em tons abafados sussurrou em seu ouvido
Como um confidente sob
Uma lua branca de seda

Fique um pouco mais , ela perguntou
Então eu fiz
Sentou no chão a seus pés
E acariciou a perna dela
Minha cabeça na coxa dela

Compre algo especial , ela sussurrou
Então eu fiz
Pesquisei uma semana inteira
Até que encontrei algo tão incrível
Isso estragou sua mente

Escreva-me um poema , ela comandou
Então eu fiz
Escrevi e revisei mil vezes
Até que fluiu como um rio de chocolate
Suave na língua, doce para a barriga

Me leve embora , ela mandou uma mensagem
Então eu fiz
Para as montanhas para uma cabana tão pequena
Havia apenas espaço para uma cama
Que nunca saímos

Me dê uma festa, ela sugeriu
Então eu fiz
Contratou uma banda e fez um bolo
Convidou uma multidão e fez dela uma rainha
Sang uma canção de amor para ela enquanto o sol se punha

Me diga que você me ama , ela exigiu
Então eu fiz
Mais alto , ela assobiou, então eu gritei
Não tão alto , ela reclamou, então eu sussurrei
Nove doces que a fizeram derreter

Faça de novo , ela implorou
Então eu fiz
E então ela chorou
E eu peguei ela nos meus braços
E segurou-a até que ela parou

Saia , ela comandou
Então eu fiz
Arrumei minhas malas e fui embora
Embora não tão longe que eu não pudesse
Ouça ela me chamar de lar

Volte, ela chorou
Então eu fiz
Desempacotou minhas malas
E sentou-se na varanda
Segurando-a em meus braços enquanto o sol se punha

Prometa que você nunca vai sair de novo , ela implorou
Então eu fiz
Selado em sangue
E segurou-a enquanto ela
Chorei até ela rir

Nunca me esqueça , ela escreveu
Então eu não fiz
A nota que ela deixou no travesseiro
Pela minha cabeça ainda selada na Bíblia
O padre me deu no funeral dela

Espere por mim , ela sussurra no escuro
Então eu faço
Como os dias em que marcham
E os anos que eles passam e o
Murmúrios de suas lágrimas permanecem em meus ouvidos

© 2018 David M. Dulkrazu