C-level: Aprenda o que é, e conheça o significado das siglas

Escrito em: 11/08/22

Muitas organizações possuem um grupo de executivos que comandam a empresa, e existe uma classificação que os define como os funcionários de nível C.

Provavelmente você já ouviu falar em “CEO” de uma empresa, e quando ouvimos falar sobre este cargo, automaticamente já associamos a algum cargo de liderança, sabendo que se trata de um nível de alto escalão, assim como o CFO e COO.

Então, preparamos este material para esclarecer pra você, sobre essas siglas tão importantes que fazem parte dos maiores empreendimentos. 

O que é C-level?

O C-level, também conhecido como C-suite, é um termo utilizado para designar o conjunto dos mais altos cargos de uma empresa. A letra “C” significa “chief”, que traduzindo quer dizer: “chefe”. Ou seja, todas as siglas referem-se aos cargos mais influentes das organizações.

Cada empresa possui sua própria estrutura, isso faz com que cada negócio tenha seus conjuntos de cargos.

Porém, quem ocupa essas funções, está designado a tarefas importantes, onde é preciso ter a capacidade de saber gerir com autonomia. Além de saber tomar decisões e possuir aptidão para planejar.

C-suite

Cargos e responsabilidades dos C-suites

Definir estes cargos é de grande importância para as organizações, porque permite que as empresas tenham uma gestão mais focada em áreas específicas, onde o trabalho poderá ser desenvolvido com mais eficiência.

Posições C-suite

As posições C-suite mais comuns, são:

C-suite: Chief Executive Officer – CEO

CEO (Chief Executive Officer) é o Chefe Executivo de uma empresa, e sem dúvidas é o cargo mais conhecido, pois até algumas pequenas e médias empresas possuem um cargo de CEO.

O CEO é o majoritário ou fundador da organização, é ele quem gerencia as outras posições do C-suite. Normalmente a identidade de um CEO sempre se torna pública, pois eles acabam virando o “rosto conhecido” da empresa.

Um exemplo é o Mark Zuckerberg, CEO do Facebook. Acabou se tornando uma figura pública que representa essa e outras redes sociais, como o Instagram, o Messenger e o WhatsApp, atualmente comandados pela Meta.

Por isso, além do papel comercial, os CEOs precisam definir a cultura da empresa e garantir que sejam colocadas em prática. Além disso, precisam possuir uma visão estratégica, pois são as autoridades que tomam a decisão final do negócio.

Responsabilidades do CEO

  • Criar e implementar a visão, valor e missão da empresa.
  • Coordenar, avaliar e orientar o trabalho de outros líderes executivos.
  • Definir a direção estratégica no desenvolvimento da empresa.
  • Formular o plano estratégico da organização
  • Supervisionar as operações do negócio
  • Representar a empresa em responsabilidades e atividades profissionais nas comunidades, no estado ou país.
  • Demonstrar a liderança necessária para o sucesso da organização.
  • Criar uma organização de aprendizagem em constante crescimento.
  • Garantir que os líderes sejam recompensados e possam ter seus desempenhos reconhecidos.
  • Avaliar o sucesso do negócio no que diz respeito ao alcance dos objetivos.

Alguns CEOs iniciantes acreditam que seu dever mais importante é somente angariar fundos para a empresa, mas a melhor contribuição está na construção de um negócio duradouro com o dinheiro arrecadado.

C-suite: Chief Operating Officer – COO

COO (Chief Operating Officer) é o Diretor de Operações. Uma de suas principais funções é garantir que as atividades operacionais sejam desenvolvidas corretamente e de maneira qualificada. Ou seja, ele cuida para que todos os processos sejam conforme o planejado.

O COO é o segundo que comanda em uma empresa, e normalmente ele trabalha lado a lado com o CEO, para que o negócio se desenvolva.

Digamos que a empresa seja como um corpo humano, e que cada departamento corresponde a um órgão. Sendo assim, tudo precisa ocorrer perfeitamente para que este corpo (empresa) funcione da maneira correta.

Como o termo de COO é bem semelhante ao de CEO, algumas pessoas acabam confundindo esses dois cargos. Por isso, tenha em mente que o CEO é o principal cargo de uma empresa, e quem aplica é o COO entendendo as metas que precisam ser executadas.

Responsabilidades do COO

  • Implementar o planejamento estratégico da empresa
  • Medir a eficácia das operações
  • Liderar equipes
  • Ajudar o CEO
  • Cuidar do controle de qualidade
  • Trabalhar para atingir os objetivos

C-suite: Chief Financial Officer – CFO

CFO (Chief Financial Officer) é o Diretor Financeiro da empresa, ou seja, é este cargo que garante a estabilidade financeira do negócio e mantém o controle do fluxo de caixa. 

O CFO deve garantir que a organização execute as estratégias, adquirindo recursos para o empreendimento. Para este cargo o profissional precisa entender não somente de determinado setor, mas também de contabilidade, investimentos, gerência, entre outros.

Tudo que a empresa for fazer referente às finanças, principalmente sobre investimentos, devem ser aprovados pelo CFO, pois digamos que ele seja a “ligação” entre o negócio e os investidores.

Responsabilidades do CFO

  • Elaborar contas sociais e consolidadas (contabilidade)
  • Supervisionar controle de gestão financeira
  • Preparar estudos de investimentos
  • Supervisionar equipe de controle interno 
  • Participar da construção de estratégias da empresa
  • Coordenar relações com acionistas e investidores
  • Supervisionar auditoria interna
C-suite

C-suite: Chief Information Officer – CIO

CIO (Chief Information Officer) é o Chefe ou Diretor de Tecnologia da Informação. É este cargo que fica responsável por gerenciar a infraestrutura tecnológica de uma empresa, ou seja, é o cargo mais alto no setor de TI.

Atualmente este cargo tem tido um grande destaque nas organizações, já que as empresas estão se tornando cada vez mais digitalizadas. E nesse processo de digitalização das companhias, ele fica responsável por coordenar as mudanças necessárias.

Por isso, umas de suas funções é trazer inovação para a organização, otimizando suas operações. 

O CIO precisa ter a habilidade de lideranças, possuir um olhar estratégico, além de ter capacidade para gerir. Pois é através do CIO que a empresa vai ter acesso ao melhor da tecnologia, mantendo-se sempre atualizada no mercado e eficiente frente à concorrência.

Responsabilidades do CIO

  • Administrar os recursos de TI
  • Otimizar processos tecnológicos
  • Delegar funções
  • Gerenciar projetos 
  • Monitorar dados 
  • Elaborar planejamento estratégico de TI
  • Garantir a segurança das informações
  • Integrar executivo e tecnologia

C-suite: Chief Technology Officer – CTO

CTO (Chief Technology Officer) é o Diretor de Tecnologia. Podemos chamar estes profissionais de desenvolvedores e “arquitetos” da infraestrutura tecnológica, pois este cargo está mais associado com a criação de produtos, tanto interno como externamente.

É comum que as pessoas pensem que o CTO tem a mesma função do CIO, mas não. Pois ambos fazem parte do C-level da empresa, com isso fica claro que possuem funções importantes, necessárias e diferentes dentro das organizações.

Normalmente os CTOs acabam respondendo aos CIOs nas organizações, pois eles desenvolvem tecnologias que precisam compor a infraestrutura tecnológica da empresa, onde os CIOs são responsáveis.

O CTO também é responsável pelo setor de engenharia da empresa, sempre em busca de desenvolver produtos melhores, para que assim a companhia possa se tornar cada vez mais competitiva e eficiente.

Responsabilidades do CTO

  • Identificar e implementar tecnologias inovadoras
  • Assegurar que seus produtos satisfaçam a necessidade da companhia
  • Ajudar os departamentos de tecnologias da informação (CIO)
  • Manter foco no consumidor
  • Gerenciar equipes
  • Fazer decisões executivas 

C-suite: Chief Data Officer – CDO

CDO (Chief Data Officer) é o Diretor Executivo de Dados. Este é um dos cargos mais recentes, podemos dizer que seu surgimento se deu pelo excesso de dados que são processados digitalmente.

O CDO é o responsável por administrar as informações e definir estratégias para o negócio, tendo como suporte os dados da organização, ou seja, é o responsável pela conversão digital da empresa.

Esse profissional é fundamental para empresas Data Driven (organizações que baseiam suas tomadas de decisões através de coletas e informações de dados), pois são os CDOs que fazem a ponte entre a construção estratégica do negócio e os dados.

Então, para assumir este cargo é imprescindível que a pessoa possua conhecimentos específicos sobre ciência de dados e também sobre análise dos mesmos. 

Atualmente, um dos papéis mais importantes do CDO, é a construção de uma estratégia de segurança que esteja de acordo com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Além de manter os dados seguros, esse profissional deve se preocupar com a satisfação dos clientes e dos consumidores.

Responsabilidades do CDO

  • Administrar os dados da organização
  • Habilitar a usabilidade dos dados
  • Impulsionar a inovação digital
  • Direcionar uso das informações
  • Desenvolver a marca digital da empresa

C-suite: Chief Marketing Officer – CMO

CMO (Chief Marketing Officer) é o Diretor de Marketing. Não é nenhuma novidade que o marketing tem um papel fundamental na captação de ótimos resultados. Por isso, é importante investir nessa estratégia.

O CMO tem uma grande importância na construção de ótimos resultados para a organização. Pois, ele é responsável por todos os processos que que acabam envolvendo o marketing, seja direta ou indiretamente.

Antigamente este cargo era ocupado apenas por um supervisor que fazia propagandas. Porém, atualmente este profissional é visto como uma importante ligação entre a comunicação da instituição e do seu público.

Para que as empresas alcancem seus objetivos, é necessário ter uma equipe de marketing eficiente, e por isso é tão importante que o cargo de CMO seja ocupado por um profissional eficiente e capaz de liderar processos complexos.

Responsabilidades do CMO

  • Liderar as atividades do marketing
  • Gerenciar a equipe de marketing
  • Construir a imagem da marca
  • Construir o relacionamento com o cliente
  • Planejar estratégias para as mídias sociais
  • Implementar novos canais de comunicação
  • Planejar e supervisionar as campanhas de publicidade
C-suite

C-suite: Chief Human Resources Officer – CHRO

CHRO (Chief Human Resources Officer) é o Diretor de Recursos Humanos. Este profissional é o responsável pelo desenvolvimento de estratégias do setor de recursos humanos.

O CHRO está focado em pensar estrategicamente nos talentos que a organização possui, fazendo com que suas qualidades sejam aproveitadas. E também é através deste profissional que a empresa acompanho o desempenho dos demais colaboradores.

Além das funções de rh, o profissional CHRO pode analisar, e identificar o motivo de uma organização não atingir seus objetivos. 

Ele deve trabalhar juntamente com outros cargos do C-suite, muito importantes para a empresa, que nós já citamos anteriormente, são eles: CEO, COO, e CFO.

Responsabilidades do CHRO

  • Desenvolver líderes
  • Cuidar dos colaboradores
  • Formular planos para desenvolvimento de carreiras
  • Promover a inclusão no ambiente de trabalho
  • Desenvolver uma estrutura de trabalho baseada nos valores da empresa
  • Construir estratégias de RH

C-suite: Chief Communications Officer – CCO

CCO (Chief Communications Officer) é o Diretor de Comunicação. É o responsável pela comunicação da empresa com os clientes, a comunidade e também a imprensa. 

Este profissional precisa de uma boa relação com os veículos de comunicação. Além disso, é responsável também por focar diretamente no cliente, pois uma organização possui diversas outras questões que precisam de atenção, como contas a pagar, controle de estoque, entre outros.

O CCO precisa de uma comunicação assertiva, para que assim o CEO dê a ele autonomia em todas as áreas da organização, para desempenhar o seu papel da melhor forma possível.

Responsabilidades do CCO

  • Conhecer as necessidades dos clientes
  • Atuar diplomaticamente nas áreas da organização
  • Auxiliar os colaboradores
  • Incentivar a equipe a entregar bons resultados para os clientes
  • Pensar estrategicamente o posicionamento corporativo
  • Avaliar riscos
  • Contatar os stakeholders, acionistas, clientes, entre outros.
  • Moldar a narrativa comercial

Como se tornar um profissional nível C-suite?

Existem diversas maneiras de você se tornar um profissional de nível C-suite. Porém, não é comum ver essas vagas disponíveis, pelo fato de que são funções bem importantes e que não tem troca frequente de colaboradores, como acontece em outros cargos.

Veja alguns caminhos que podem te levar ao nível C:

Ser o proprietário do negócio

Se tornar um empresário é o caminho mais rápido para chegar a um cargo executivo, talvez não seja o mais fácil, porque abrir uma empresa exige tempo e diversas habilidades e burocracias, porém você poderá escolher qual cargo ocupará.

Normalmente os proprietários acabam se tornando o CEO de sua empresa. 

Ganhar uma promoção

Outro fator que pode te levar ao nível C, é se você ganhar uma promoção interna. Porém, pode ser um pouco demorado, visto que você vai precisar ter um tempo maior de empresa.

Então, você precisará se candidatar a um cargo executivo para que seja possível receber essa promoção. Um ponto interessante é que há promoções entre os próprios cargos de nível C. 

Ser aprovado em uma seleção

Essa pode ser a forma mais difícil de você se tornar um profissional de nível C, porém não é impossível. Pois quando as empresas abrem um processo seletivo, é porque estão em busca de uma pessoa eficiente.

Então, se você deseja alcançar um cargo de nível C, precisa se preparar, estudar, possuir experiências na área que deseja liderar, além de ficar atento nas organizações que podem abrir seleção externa para a vaga que você almeja.

Conclusão

Bom, agora que você possui informações suficientes sobre cada cargo de nível C, e de que forma você pode ocupá-los, deve seguir essas instruções para que tenha sucesso no seu dia a dia.

Lembre-se que é um trabalho contínuo, você precisa de treinamentos diários. Além disso, precisa conhecer seus pontos fortes para poder destacá-los e conhecer seus pontos fracos para melhorá-los.

Desenvolva suas habilidades, pois os profissionais C-suites são grandes líderes. Gerencie pessoas para que tenha prática nessa função, além de possuir uma gama de conhecimentos.

Rafaela Konze

Rafaela Konze

Rafaela Konze é analista de marketing na Zipline e responsável pelo blog e redes sociais do Agatetepe. Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos por e-mail!

Você também pode gostar…

E-commerce: 5 tendências tecnológicas

O e-commerce tem tido um crescimento acelerado nos últimos anos, desde o impulso que ele sofreu pela pandemia. O isolamento social mudou o comportamento das pessoas referente a forma de comprar. Os consumidores estão cada vez mais...

Por que as boas estratégias de negócios falham?

É fácil dissecar os elementos de uma estratégia de negócios ruim e como eles levam ao fracasso. Os melhores empreendedores fazem isso antes da implementação, enquanto muitos de nós aprendem com nossos erros em retrospecto. Mas o...

API: aprenda o que é, e qual sua importância

A API é de grande importância para os desenvolvedores pois permite que eles criem softwares, plataformas, programas, aplicativos, entre outros. Por isso, aprender sobre as APIs é fundamental para toda a pessoa que deseja estar inserida no...

Mercado de vídeo doméstico recebe reinicialização

O mercado de vídeo doméstico está em um processo de reinicialização, pois atualmente os filmes estão migrando do cinema para os streamings. Dessa forma, Hollywood pode estar deixando bilhões de dólares na mesa ao pular o mercado de vídeos...

Tecnologia: como ela impactará os negócios em 2023

O relatório Looking Glass 2023 traz as principais mudanças que serão impulsionadas pela tecnologia no mundo corporativo. As "6 lentes" e suas oportunidades de implementação da tecnologia 🔎 Objetivo da notícia: Metaverso, inteligência...

Princípios da Psicologia das Cores em Design de Aplicativos

Você já pensou sobre o impacto das cores na interface do usuário? Saber usar a cor certa é essencial não apenas para fins estéticos, mas também para melhorar a experiência do usuário, simplificando a navegação em todo o seu aplicativo...

Coworking: Por que eles e Escritórios Virtuais são Ideais para Startups Iniciais

Ao longo dos anos, o ambiente de escritório tradicional mudou e evoluiu (para coworking). Novas idéias de trabalho foram inventadas e experimentadas, e enquanto algumas não foram muito boas, outras se mostraram altamente produtivas. Assim...

Microsoft lança o gerador de imagens IA para todos

A Microsoft está disponibilizando seu gerador de imagens IA com tecnologia DALL-E “disponível no desktop para usuários do Edge em todo o mundo”. Microsoft lança o recurso com o objetivo de criar visuais muito específicos MIcrosoft 📲 Qual...

O guia final para profissionais de marketing de conteúdo da SEMrush

Você dificilmente vai encontrar um negócio que não sabe o quão importante conteúdo é e por que deve ser criado. No entanto, quando se trata de planejar e escrever, há muitos desafios para os profissionais de marketing de conteúdo. Estes...

Ferramentas de inteligência artificial e os investidores

Depois do bitcoin, Vale do Silício também entra para a corrida das ferramentas de inteligência artificial. Pois a criação de textos, imagens e códigos de computador chamam a atenção dos investidores. As novas ferramentas de inteligência...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *