Micro-SaaS: Conceito, tendências e dicas de sucesso

Escrito em: 10/10/22

Você já se perguntou se existe um modelo de negócio que priorize um grupo pequeno de pessoas e mesmo assim possa crescer no mercado? Independente de sua resposta, saiba que existe e se chama micro-SaaS.

Com o aumento da tecnologia as pessoas acreditam que somente as startups unicórnios podem expandir e alcançar um lucro significativo. Porém, os micro-SaaS andam na contramão mostrando que é possível lucrar sem resolver os problemas do mundo inteiro.

Neste material você vai aprender o conceito de micro-SaaS, além de dicas importantes para o sucesso de seu negócio.

Micro-SaaS

O que é micro-SaaS?

Micro-SaaS trata-se de uma startup desenvolvedora de um Software as a Service (SaaS), ou sistema como serviço, em português. Porém, é um negócio pequeno que foca em resolver problemas de grupos específicos.

Esse tipo de startup normalmente é administrada por apenas uma pessoa ou uma equipe pequena. Dessa forma, utiliza-se os recursos mínimos para solucionar os problemas.

Além disso, seu surgimento se deu para suprir as necessidades de uma forma mais acessível, pois se comunica diretamente com o cliente.

Benefícios do micro-SaaS

São diversos os benefícios de um micro-SaaS, e um dos principais é a concentração de todos os esforços em um determinado ponto, isso possibilita conhecer melhor o mercado de atuação.

O tempo de construção do negócio também é uma grande vantagem, pois é mais rápido e utiliza menos recursos.

Você pode trabalhar de qualquer lugar e a expansão do negócio pode ocorrer enquanto você faz suas viagens pelo mundo, por exemplo.

Confira outros benefícios do micro-SaaS:

  • Produto apropriado para um determinado grupo;
  • Custo reduzido
  • Relacionamento estratégico
  • Diferencial competitivo
  • Qualidade no atendimento

SaaS ou Micro-Saas?

Nem todo mundo quer criar o novo unicórnio. Algumas pessoas buscam apenas uma renda extra ou empreender com algo que não dê tanta dor de cabeça. Nesse caso, um micro-saas pode ser o ideal.

Entretanto, se você sonha alto e quer uma grande empresa, com uma receita alta e muitos clientes, é melhor focar no SaaS.

Assim, essas são as principais diferenças entre SaaS e micro-SaaS. Confira mais algumas:

SaaSMicro-SaaS
Empresa grandeEmpresa pequena
Vários funcionáriosPoucos funcionários
Qualquer nichoQualquer nicho
Requer mais atençãoRequer menos atenção
Precisa de validaçãoPrecisa de validação
Possibilidade de crescimentoNão quer crescer

Assim, podemos dizer que a principal diferença entre um SaaS e um micro-SaaS é o seu tamanho. Enquanto um pode, e algumas vezes busca, ser uma empresa grande, o outro não almeja algo tão grandioso.

Passo a passo para construir um Micro-Saas

Se você está decidido a criar o seu micro-Saas, existem alguns passos que podem ser seguidos:

Encontrar o melhor serviço para vender

Lembre-se que você está prestando um serviço, mesmo que seja em forma de software. Por isso, ele deve ser pensado para solucionar um problema que seu público-alvo tem.

Como seu micro-SaaS não tem intenção de ser uma grande empresa, ele não precisa solucionar um grande problema, podendo ser algo pontual.

Uma ideia é pensar em algo que seja uma solução que você ou alguém próximo de você precise.

Onde buscar ideias para um Micro-SaaS

Não é tão fácil encontrar ideias para micro-SaaS, não há muito conteúdo na internet, seja em inglês ou português. O canal Vivendo de SaaS tem alguns vídeos que trazem algumas ideias de micro-SaaS.

Entretanto, o ideal é que o seu negócio seja relacionado a algo que você tenha conhecimento e que saiba ajudar seu cliente e realmente entender a necessidade dele.

Também esteja atento ao setor escolhido. Por exemplo, dois setores que já estão saturados são o de delivery e de carros de aplicativo. Isso acontece porque ambos já possuem grandes players no mercado, que se imagina que tenham uma receita muito alta.

Dessa forma, se acredita que ainda há muito espaço para tal, o que pode ser equivocado. Ambos requerem confiança do consumidor, um novo concorrente pode ter dificuldade de achar espaço.

Valide a ideia do seu micro-SaaS

Antes de pensar em escrever qualquer linha de código, você precisa validar a ideia do micro-SaaS. Ou seja, monte uma landing page, ou até um site, explique o que o seu sistema faz e como, e solicite algum tipo de contato desses interessados.

Assim, você consegue entender se a construção do micro-SaaS faz sentido e se terá público.

Ainda, com essas informações você consegue identificar a persona do seu negócio, criando uma estratégia de marketing voltada para ela.

Dessa forma, com os contatos coletados, você consegue comunicá-los de que a ferramenta está pronta.

Monte um plano de negócios

Um plano de negócios é um documento em forma de resumo com todas as informações e planejamento da empresa. Existem muitas formas de criar um plano de negócio, até em formato de quadro, como Business Model Canva.

Entretanto, esse plano de negócios deve conter um planejamento para o futuro da empresa, desde missão, visão e valores, até o planejamento financeiro, de quanto será atingido de receita e em quanto tempo.

Como precificar seu micro-SaaS

Um micro-SaaS, assim como um SaaS, possui alguns modelos de precificação, por exemplo:

  • Assinaturas mensais: Nesse modelo de assinatura a empresa recebe os valores dos clientes em formato recorrente, como mensalidade. É uma ótima estratégia, uma vez que a receita recorrente traz diversos benefícios para o negócio.
  • Assinaturas anuais: As assinaturas anuais funcionam da mesma forma que as mensais. A diferença é que a anual garante à empresa a fidelidade do cliente por pelo menos um ano, enquanto a mensal pode ser terminada a qualquer momento.
  • Gratuito: exite também a opção de não comercializar o seu micro-SaaS e deixá-lo gratuito. Entretanto, a proposta de criar um micro-SaaS é ter receita. Assim, para conseguir uma receita com o seu serviço, é possível mostrar anúncios para quem o utiliza e faturar através disso.

Métodos de pagamento

Existem dois métodos de pagamento que você deve considerar quando pensar na hora de cobrar pelo seu serviço:

  • Freemium: o modelo freemium permite que o cliente use grande parte do sistema, mas algumas só estão disponíveis mediante pagamento. Quem opta por esse método de pagamento pode precificar o micro-SaaS com as assinaturas mensais e anuais.
  • Free trial: o free trial é um modelo que traz a experiência de usar o sistema por completo por alguns dias. É como se fosse uma “amostra grátis”. E, após esse período de tempo, a assinatura deve ser cobrada,

Agora que você tem tudo isso pronto, é hora de construir seu micro-SaaS. Mas, ainda existem alguns pontos a serem pensados:

Métricas importantes para um micro-SaaS

As métricas de um micro-SaaS são muito parecidas com as de um SaaS, que assim como toda empresa, precisa de indicadores de desempenho.

  • CAC (Custo de Aquisição por Cliente): aqui são todos os valores necessários para que a empresa adquira um cliente, desde funcionários até sistemas.
  • MRR (Monthly Recurring Revenue): todo o valor que a empresa recebe como receita recorrente durante o mês, em virtude do pagamento das mensalidades.
  • ARR (Anual Recurring Revenue): todo o valor que a empresa recebe como receita recorrente durante o ano, em virtude do pagamento das mensalidades.
  • LTV (Lifetime Value): o valor que o cliente deixa como receita da empresa em relação ao tempo que ele permaneceu como cliente.
  • Churn: é o índice que indica a quantidade de cancelamentos.

Escolher os canais de distribuição

Você pode encontrar seus clientes ou esperar que eles encontrem você. Essas duas formas tem nome e suas particularidades.

  • Inbound: o canal de aquisição inbound é aquele que seus clientes chegam até você. Assim, tudo que você faz de marketing é do canal de aquisição inbound. Se o seu cliente pesquisou o que você faz no Google, clicou em um anúncio e até se pesquisou por você propriamente, ele é um lead inbound.
  • Outbound: o método de aquisição outbound é quando você procura o cliente. Isto é, se você tem uma lista de possíveis clientes e liga pra eles, sendo que eles nunca chegaram até você, eles são leads outbound. Nesse caso é preciso ter extremo cuidado, uma vez que a lei trata estes dados como sensíveis. Por isso, encontre esses leads apenas se eles tiverem autorizado serem encontrados.

Meios de construção do micro-SaaS

É importante que você saiba como é construído um micro-SaaS, considerando modelos, métodos e construção dos produtos. São eles:

Plataforma dependente

Neste método a construção da solução é por meio de uma plataforma dependente onde o produto atua como um add-on (melhorar o desempenho de um equipamento) ou plugin (adicionar funções a outros programas maiores).

Além disso, o bom é que você conta com uma base de usuários que a plataforma já possui e através dela você pode conquistar novos clientes.

Confira exemplos de funções da plataforma dependente:

  • Extensão para um site de mensagem direta;
  • Funcionalidades para uma plataforma de e-commerce;
  • Dashboard de métricas para uma rede social.

Plataforma integrada

Primeiramente, saiba que este método é similar ao anterior, mas se diferencia pelo fato de que aqui se tem como base duas ou mais plataformas, fazendo com que os produtos e serviços sejam integrados.

Outra diferença significativa é que este método não depende de apenas uma plataforma, tornando-o assim mais dinâmico e garantindo a continuidade do produto.

Confira exemplos de funções da plataforma integrada:

  • Agregador de conversas de diversos programas de mensagem direta;
  • Extensão para e-commerce independente da plataforma;
  • Agregador de métricas de diversas redes sociais.

Plataforma independente

A plataforma independente não possui vínculo com nenhum outro serviço.

Além disso, possibilita a criação de produtos por meios específicos, podendo personalizar e processar sem receber limites e/ou restrições de outras plataformas.

Dessa forma, não pode contar com os benefícios que as plataformas e marketplaces trazem, e isto pode dificultar os processos iniciais. Porém, a longo prazo se torna uma estratégia mais benéfica para a sua empresa.

Os exemplos para este método são variados e diversos pois ele não se limita a um serviço específico.

Confira:

  • Ferramentas de feedback dos usuários;
  • Plataforma analytics para sites;
  • Gerador de imagem;
  • Automação de marketing.

Tendências de micro-SaaS

Bom, agora que você já sabe o conceito de micro-SaaS e quais são as suas vantagens, está na hora de conhecer tendências que podem ser aplicadas à ideias de produtos micro-SaaS.

Além disso, por possuírem equipes menores, as tendências podem servir como ótimas auxiliadoras e facilitadoras neste processo.

Automação

Vamos começar então pela automação que é uma das principais tendências de tecnologia, onde alguns processos não necessitam de intervenção humana, pois executam as tarefas de forma automatizada.

Você pode criar ferramentas que solucionam problemas específicos de diversos nichos, sejam para vendedores, profissionais de marketing, entre outros. Pois é bastante amplo o processo de automação.

Podemos citar como exemplo de micro-SaaS de automação, uma plataforma de automação de marketing para que pequenas empresas façam a gerência do conteúdo de mídia social. Além disso, pode fazer a automação de tarefas do dia a dia para que os clientes possam usar seu tempo em outras atividades.

Blockchain e NFTs

Blockchain é um mecanismo de banco de dados que permite o compartilhamento de informações transparentes em uma rede, ou seja, é um registro de todas as transações realizadas em uma determinada rede P2P.

E mesmo não sendo algo novo no mercado, o Blockchain tem crescido consideravelmente nos últimos anos.

Já os NFTs são tokens não fungíveis, ou seja, tratam-se de tokens criptográficos que não podem ser copiados. Eles funcionam como um tipo de certificado de autenticidade digital registrado no blockchain.

Em suma, eles representam digitalmente um bem, podendo ser uma moeda digital, uma imagem, ou qualquer outro item do “mundo real”.

Ambos são eficientes e diminuem as chances de uma fraude. Outrossim, por meio de suas funções é possível desenvolver micro-SaaS para diversas finalidades.

Apps de rastreamento

Os aplicativos de rastreamento são de extrema importância e por isso estão entre as tendências de soluções que podem ser desenvolvidas como um micro-SaaS.

Este tipo de aplicativo serve tanto para empresas quanto para pessoas físicas. Uma vez que é importante que as empresas façam um rastreamento de vendas, entregas e até mesmo suas receitas.

Já os usuários individuais também podem aderir para rastrear seus gastos e por meio disso conseguir elaborar orçamentos.

CRM

CRM é a sigla para Customer Relationship Management, que em sua livre tradução significa Gestão de Relacionamento com Cliente. Trata-se de um sistema que permite registrar, agrupar e organizar informações de todos os clientes de uma empresa.

Dessa forma, sempre quando o vendedor entra em contato com determinado consumidor ou potencial cliente, os dados já ficam organizados no mesmo lugar.

Mas essa ferramenta não se limita somente à vendas, pois ela inclui também marketing, pedidos, suporte e feedbacks, e todas as áreas podem ser utilizadas para o desenvolvimento de micro-SaaS que atendem nichos específicos.

Plugins e Add-Ons

Plugins e add-ons são programas utilizados para adicionar funções a sistemas maiores sem alterá-los, apenas incluindo uma série de novas informações e configurações que podem ser aproveitadas por desenvolvedores ou usuários para permitir ações de grandes agentes.

Por meio dele pode-se desenvolver micro-SaaS que atendem a uma necessidade específica de um usuário sem precisar fazer alterações em seu processo de trabalho e nem a instalação de softwares adicionais.

Podemos citar como exemplo a criação de um plugin para tecnologia ou aplicativo da web existente, como o WordPress, e oferecer uma solução personalizada.

5 dicas de sucesso

Antes de seguirmos com as dicas para você implementar micro-SaaS com sucesso, vale assistir um excelente vídeo do canal Vivendo de SaaS sobre “Ideias para Micro-SaaS”, apresentado por Deivison A. Elias (CEO da empresa eGestor).

Agora veremos as 5 dicas que servirão para lhe inspirar e mostrar as melhores estratégias de implementação.

1 – Crie um produto vencedor

A princípio, pode parecer fácil construir um produto viável e que se ajuste ao mercado, mas não é. Porém, o primeiro passo é conhecer o mercado e pesquisar ele minuciosamente.

Veja alguns passos importantes para um ajuste de mercado de produto vencedor.

Construa uma ideia de negócio

Antes de mais nada, você precisa construir uma ideia de negócio que foque na resolução de um problema específico para um nicho de usuários.

Para isso, você precisa estar atento às tendências tecnológicas que estão surgindo e identificar uma área em que sua solução seja melhor e mais eficiente do que as atuais.

Foque no mercado Vertical

Muitos acreditam que para ter sucesso e aumento nos lucros de seu negócio é necessário investir em mercados horizontais, pois eles possuem um alcance maior, atingindo uma variedade de pessoas.

Mas no caso de micro-SaaS é recomendado que seu foco esteja no mercado vertical (aquele em que todos os seus clientes estão em um setor específico). Dessa forma, você pode encontrar soluções para os problemas deste setor.

Busque um mercado crescente

Depois de construir sua ideia é importante buscar um mercado que esteja em constante ascensão. E nem sempre será necessário construir um produto completamente novo, pois pode correr o risco de não existir pessoas interessadas em adquiri-lo.

Assim, você deve aceitar o desafio da concorrência, podendo escolher qual a solução diferenciada que pode ser feita com seu produto naquele grupo.

Micro-SaaS

2 – Construa seu público-alvo e defina sua persona

Depois de ter a sua ideia de negócio e criar um produto que seja vencedor, está na hora de construir seu público, antes mesmo de lançar o seu produto.

Neste processo será importante você decidir o público-alvo primeiro, pois é para eles que você irá comercializar seu produto, como se fosse um teste, e assim você poderá analisar quais os perfis que mais se interessaram pela sua solução e deram feedbacks positivos.

Com base nessa análise, você poderá definir sua persona. Assim, seu negócio será para um nicho específico de usuários.

3 – Monte sua audiência

A mídia social, sem sombra de dúvidas, é uma das melhores maneiras de construir uma audiência hoje em dia.

Com o avanço tecnológico e a expansão das redes, é perda de tempo não usar estes métodos para a construção de uma audiência que pode vir a se tornar clientes em potencial.

Logo, esteja presente nas redes sociais, como o Facebook, Instagram, LinkedIn, Tiktok, enfim, onde quer que sua persona estiver, esteja lá também.

Mas somente “estar lá” não é suficiente. Interaja com seu público, crie publicações, abra caixas de perguntas de seus interesses, faça com que se sintam atraídas pelo seu negócio dia após dia.

4 – Elabore seu MVP

MVP é a sigla para Minimum Viable Product, em sua livre tradução temos: Produto Mínimo Viável.

É sobre construir a versão mais simples de um produto, ou seja, empregar o mínimo de recursos possíveis, entregando assim, a sua principal proposta de valor.

Este processo é essencial para testar se seu produto irá funcionar no mundo real e nele observamos três pontos importantes. São eles:

  1. Um protótipo como prova de conceito;
  2. Investimentos de baixo risco;
  3. Tempo de desenvolvimento curto.

5 – Conserve os custos baixos e faça parceria com plataforma e-commerce

Um micro-SaaS é simples, seu desenvolvimento é menos complexo, fácil de ser implementado. Além disso, ele não necessita de muitos recursos porque é um produto de nicho específico.

Porém, para obter um lucro significativo é importante que seus custos de desenvolvimento, implementação e suporte sejam baixos.

Enfim, quando estiver tudo pronto com o seu produto, antes de iniciar o seu negócio é importante que você faça parceria com alguma plataforma de e-commerce. Priorize uma plataforma que seja experiente.

Dificilmente você conseguirá construir um micro-SaaS de sucesso sozinho. Na maioria das vezes precisará de parceiros durante sua trajetória.

Portanto, saiba que uma plataforma de e-commerce pode ajudar com gerenciamento de assinaturas, vendas, pagamentos, relatórios, faturamento e suporte. Além de outras funções interessantes.

Considerações finais

Depois deste material não restam dúvidas de que o micro-SaaS é a oportunidade única para a criação de um produto simples, porém muito eficiente e lucrativo.

Então, volte neste artigo sempre que for preciso e faça uso das ricas informações aqui contidas.

Se você pensa em abrir um micro-SaaS ou até mesmo um SaaS que é mais abrangente, mas não quer desenvolver um software, pode optar pela revenda de um.

O eGestor, por exemplo, é um software de gestão empresarial que possui um programa de revenda, facilitando o processo para quem deseja empreender sem precisar criar um sistema.

Rafaela Konze

Rafaela Konze

Rafaela Konze é analista de marketing na Zipline e responsável pelo blog e redes sociais do Agatetepe. Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos por e-mail!

Você também pode gostar…

Empresa Unicórnio: O que é, onde vive, do que se alimenta?

Calma, isso não é nenhuma sinopse de um filme de fantasia. Pelo contrário, este é um termo que foi primeiramente utilizado pela investidora de capital, Aileen Lee, em seu artigo Welcome to the unicorn club: learning from billion-dollar...

Melhores planilhas de Controle de Estoque

Realizar o controle de estoque dentro de uma empresa é uma tarefa que tem grande importância. Isso porque ter um estoque adequado de mercadorias e produtos é uma etapa essencial para o sucesso da operação comercial e geração de lucro....

Tecnologia para segurança em 43% das empresas

Para se proteger, as empresas pretendem reforçar a proteção de seus sistemas e a tecnologia para segurança será uma grande aliada neste processo. Aumento de 6,5% nos roubos e o desenvolvimento de tecnologia para segurança 🔒 E a proteção?...

Ferramentas de inteligência artificial e os investidores

Depois do bitcoin, Vale do Silício também entra para a corrida das ferramentas de inteligência artificial. Pois a criação de textos, imagens e códigos de computador chamam a atenção dos investidores. As novas ferramentas de inteligência...

Métricas de SaaS: veja as principais e como calcular

Você sabe que as métricas de SaaS são essenciais no processo de desenvolvimento da empresa. Então, preparamos este material pensando na importância dos empreendimentos acompanharem essas métricas para alcançar o sucesso desejado e...

Profissões do futuro: estudo aponta as tendências

A cada ano o mercado de trabalho se transforma e cabe ao profissional buscar qualificação e estar bem informado sobre as profissões do futuro. As profissões do futuro apontam uma demanda de 797 mil profissionais até 2025 🔎 Um estudo...

Web 1.0 à Web 4.0: entenda sua evolução e diferenças

A Web representa a rede que conecta computadores em todo o mundo, e ela vai evoluindo conforme o avanço tecnológico. A divisão da internet se dá por meio de épocas e cada época possui partes que recebem o nome de Web 1.0, 2.0, 3.0 e 4.0....

No-code: o que é, e quais suas vantagens?

Quanto tempo leva para aprender a codificar? De que competências preciso realmente para começar? Vale a pena ou irei perder o meu tempo? Talvez você já tenha feito alguma destas perguntas. Mas depois de conhecer o no-code, vai descobrir...

DuckDuckGo lança pesquisa por inteligência artificial

O DuckDuckGo seguiu os passos da Microsoft e do Google, lançando a versão beta do DuckAssist com recursos de pesquisas gerados pela IA. Assim, obtém respostas extraídas de páginas da internet. A DuckDuckGo está aproveitando a tecnologia...

5 dicas de marketing e estratégia para empreendedores modernos

O empreendedorismo é para os ambiciosos, aspirantes e renegados que estão entre nós. Quando você inicia um negócio, você dá um salto de fé, começa a caminhar para o desconhecido e se prepara para enfrentar o que quer que seja jogado em...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *