Estratégia do produto: Como ser o produto nº 1 [Guia]

Escrito em: 28/07/22

Você é um fundador, gerente de produto, designer de produto em uma empresa de produtos ou alguém que tenha algo a ver com o sucesso de um produto em geral?

Não importa se você é uma startup ou uma empresa estabelecida iniciando um novo produto, dimensionando seu produto ou apenas mantendo seu produto relevante.

E isso quer dizer que você tem problemas. Realmente grandes problemas para lidar, para construir um produto de sucesso.

Como passar de ser um produto em centenas para ser um sucesso? Esta é provavelmente uma das perguntas mais difíceis.

A maioria das equipes se aprofundam demais em detalhes, como obter a interação do usuário e o design visual correto para fornecer a funcionalidade certa e usar as tecnologias certas, enquanto esquece a visão de todo o produto. Uma das coisas que as equipes de produtos bem-sucedidos acertam na fase inicial é a definição da estratégia de produto.

A maioria das pessoas de produtos tem o núcleo errado ao pensar na Estratégia do Produto como um plano ou uma lista de tarefas, mas não é um plano.

A Estratégia de Produto é um sistema de metas e visões possíveis que trabalham em conjunto para alinhar a equipe em torno de resultados desejáveis para os negócios e seus clientes.

Mas esta é uma definição bastante formal da Estratégia do Produto. Isso é o que deveria significar: a Estratégia de Produto define como vamos trabalhar no dia-a-dia para atingir nossas metas de longo prazo.

A estratégia do produto não é algo definido, surge da experimentação em direção a um objetivo. Aprendemos enquanto fazemos as coisas para um determinado objetivo e mudamos nosso plano à medida que aprendemos com o mercado e conforme nossas necessidades de negócios evoluem.

O planejamento é tudo, o plano não é nada – Dwight Eisenhower

4 coisas que as melhores equipes têm no coração

Então, podemos citar quatro coisas que co-fundadores, designers e pessoas responsáveis pelo produto tem em comum:

  1. Visão clara do produto;
  2. Estratégia de produto;
  3. Conjunto de prioridades (trabalhos de alto valor);
  4. Uma maneira de medir os resultados.

Estratégia do produto: O que é uma visão de produto ou empresa?

Melissa Perri explicou quando disse:

A visão é o seu alto nível, visão final de onde a empresa ou a linha de negócios está indo. Em grandes corporações, você deseja restringir isso à linha de negócios ou à jornada do cliente. Em empresas menores, essa será a visão geral de sua empresa e produto. Pense a longo prazo aqui e mantenha-o qualitativo. Esta é uma boa oportunidade para falar sobre os concorrentes, como os clientes irão vê-lo e as ambições de expansão.

Assim, a Estratégia do Produto é definida como uma interseção de metas de negócios, necessidades do mercado e os principais recursos do produto.

Estratégia do produto

Estratégia do produto: O mercado e as necessidades do mercado

O mercado descreve quem são nossos clientes-alvo e usuários de seu produto. Estas são as pessoas que provavelmente pagarão por este produto para usá-lo.

As necessidades do mercado são sobre problemas que seu produto está resolvendo, pense no Twitter, ele ajuda as pessoas a compartilharem seus pensamentos em um limite de palavra de 280 caracteres, mas e se seus pensamentos tiverem mais de uma coisa?

Você adivinhou. Você tem blog ou Medium para isso. Não é novidade que os fundadores do Médium são os mesmos do Twitter. Portanto, pense no LinkedIn, que ajuda as pessoas a encontrar um emprego.

O processo de descoberta de produto é extremamente necessário nesse momento.

Assim, as necessidades do mercado são o problema que você está tentando resolver com o seu produto.

As principais características e as inovações

Para os principais recursos e as inovações precisamos levá-lo de volta a 9 de janeiro de 2007. Esta é a data em que Steve Jobs lançou o primeiro iPhone. 

Todos aplaudiram. Não pelo iPhone, mas porque Steve o dividiu com os recursos principais, um tocador de música, um dispositivo de chamada e um dispositivo de acesso à Internet.

Estes são os aspectos do seu produto que são cruciais para resolver o problema principal ou criar o benefício principal e que fazem com que as pessoas o escolham em vez das ofertas do concorrente.

Assim, não crie um mini backlog ou uma lista de desejos. Em vez disso, concentre-se em três a cinco aspectos-chave que fazem as pessoas comprarem e usarem o produto.

Outro exemplo é o navegador Google Chrome, com foco em velocidade, segurança e simplicidade.

Objetivos de negócio

As metas de negócios definem como seu produto beneficiará sua empresa ou a Organização. O benefício será receita direta, ajudar a vender outro produto ou serviço, reduzir custos ou aumentar o valor da marca?

Assim, depois de definir as metas comerciais corretas, ela também ajudará a definir os principais indicadores de desempenho (KPIs), que, por sua vez, ajudarão você a avaliar o progresso e a direção.

Vamos pegar o iPhone e o navegador Google Chrome mencionado anteriormente. Enquanto o iPhone gera a maior parte da receita da Apple, o navegador Chrome não ganha nenhum dinheiro direto para o Google. Mas permite que a empresa controle o modo como as pessoas acessam a Internet e reduz a dependência do Google em navegadores de terceiros, como o Opera, o Firefox, da Mozilla, e o Internet Explorer, da Microsoft. Ambos são importantes benefícios para os negócios.

Agora, como você sabe o que é a Estratégia do produto e o que ela constitui, aqui está um conjunto de perguntas para avaliar sua estratégia de produto:

Nossa estratégia deve responder às seguintes perguntas:

  • Para quem é o produto e por que as pessoas gostariam de comprar e usá-lo?
  • O que é o produto e por que ele se destaca?
  • Quais são os objetivos do negócio e por que vale a pena para a sua empresa investir nele?

Texto publicado originalmente em How to be #1 Product in 2019: Product Strategy [Guide] por Rohan Mishra.

Rafaela Konze

Rafaela Konze

Rafaela Konze é analista de marketing na Zipline e responsável pelo blog e redes sociais do Agatetepe. Assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos por e-mail!

Você também pode gostar…

Jogos e Blockchain – O que está prestes a mudar na indústria de jogos

Ter muitos itens em jogos modernos não é novidade. Seja personagens, armas, modificações e skins de qualquer tipo que você pode obter ao derrotar inimigos ou chefes e completar missões. As formas mais proeminentes de adquirir itens em...

O futuro do streaming: como avanços tecnológicos alteram práticas de negócios

A resposta mais comum para o que se fará em um feriado ou férias é por as séries em dia, não é mesmo?! Como o streaming de conteúdo de vídeo se torna uma atividade diária para um número de pessoas em rápida expansão, o setor relativamente...

E-commerce 2023 está com foco em estratégia, inovação e investimento

O mundo virtual ganhou forças nos últimos anos, pois com a pandemia da Covid-19 as pessoas precisaram se adaptar ao "novo normal", e com o e-commerce em 2023 não seria diferente. 61% dos brasileiros compram mais pela internet do que em...

Linguagem de programação: Qual você deve aprender a seguir?

Seja você um desenvolvedor especialista ou um iniciante completo, é sempre uma boa ideia aprender uma nova linguagem de programação. Naturalmente, não há realmente uma única linguagem que todo desenvolvedor profissional ou aspirante deva...

Bard: o sistema de inteligência artificial do Google

Google anunciou o Bard, o nome em sua livre tradução significa: bardo. Assim, ele faz referência às pessoas que transmitiam histórias de forma oral na Europa. Bard obtém informações atualizadas da internet, gerando respostas de alta...

Ferramentas PPC: as 25 melhores para você melhorar seus anúncios

Qual é o objetivo final de todo dono de site e comerciante digital? Indiscutivelmente, é alcançar a primeira posição nas páginas de resultados dos mecanismos de busca (SERPs) é o sonho de todos. Uma abordagem orgânica para melhorar os...

Micro-SaaS: Conceito, tendências e dicas de sucesso

Você já se perguntou se existe um modelo de negócio que priorize um grupo pequeno de pessoas e mesmo assim possa crescer no mercado? Independente de sua resposta, saiba que existe e se chama micro-SaaS. Com o aumento da tecnologia as...

Bons funcionários: Como obter para que produzam um ótimo trabalho

Os funcionários gostam de ouvir elogios de seus líderes, e aqueles que são reconhecidos têm maior probabilidade de serem produtivos e satisfeitos no trabalho. De acordo com a pesquisa da Gallup, “apenas 41% dos funcionários concordam...

Jeff Bezos: Os 5 Princípios Mais Importantes para o Sucesso

“Se você é bom em corrigir, errar pode ser menos caro do que você pensa.” – Jeff Bezos Ame ou o odeie, Jeff Bezos é uma das maiores histórias de sucesso na história do empreendedorismo. Afinal, ele que viu a necessidade de livros serem...

Empreendedores famosos: para conhecer e se inspirar

Ser empreendedor significa buscar um caminho promissor e diferente daqueles em que a maioria das pessoas estão acostumadas, é quase que andar na contra mão de um sistema que limita a capacidade humana. Mas, por sorte, existem...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *